Itens na sacola 0
Produto
Subtotal
Total
R$ 0,00
O CARRINHO DE COMPRAS ESTÁ VAZIO.

Motobombas: o guia básico

Motobombas, também conhecidas como bomba d?água, têm como função mover algum líquido de um lugar a outro.

Essa função é aplicável em diversas situações do dia a dia, como: abastecimento de água, manutenção em situação de alagamento, irrigamento de grama, limpeza da piscina e muito mais!

E, além disso, as motobombas podem ser usadas até nas indústrias e na construção civil, já que elas têm a capacidade de movimentar a água de baixo para cima.

No geral, elas são uma ferramenta incrível que apresenta diversos benefícios como, por exemplo, a praticidade, já que seus vários tipos apresentam uma grande gama de possibilidades e utilidades!

Neste guia básico, você vai aprender como elas funcionam, quais são os tipos e para que servem, e como escolher a motobomba ideal.

Boa leitura!

Como a motobomba funciona

Existem diversos tipos de motobomba que usam diferentes tipos de combustível e que são recomendadas para diferentes áreas. Porém, independentemente do tipo de bomba d 'água, todas funcionam de uma maneira simples.

Através de mecanismos rotativos ou recíprocos, motobombas, de forma mecânica, movimentam o fluido constantemente. Elas apresentam dois buracos, onde, em um deles, a água entra e, no outro, sai. Esses buracos são chamados de furo de sucção e furo de dirigir, respectivamente.

Dentro da bomba existem rotores e/ou lóbulos que, exercendo pressão, movem a água constantemente para que ela entre e saia de forma satisfatória.

Tipos de motobomba

Como dito acima, existem diversos tipos de bomba d 'água com diversas especializações.

Os tipos de motobomba são:

Bomba submersa: esse tipo de bomba é bem potente, geralmente é utilizada em poços artesianos e deve funcionar o tempo todo debaixo da água;

Bomba submersível: comumente confundida com a submersa, essa bomba é recomendada para o esgotamento de água que apresenta detritos. Porém, diferentemente da bomba submersa, ela deve ser seca após o uso.

Bomba centrífuga: ideal para irrigação e abastecimento de caixa d?água, essa bomba consegue bombear grandes quantidades de água rapidamente;

Bomba autoaspirante: com a possibilidade de funcionar tanto acima, como abaixo da superfície, ela é ideal para transferir água para reservatórios com até 80 metros de profundidade;

Bomba periférica: essa bomba é bem parecida com a anterior e é indicada para transportar um baixo volume de água em alta pressão. São ideais em lava-rápidos;

Bomba injetora: são bombas utilizadas na superfície com alta pressão. É ideal para puxar ou jogar água em poços.

Agora que você conheceu os tipos mais utilizados, como escolher a motobomba ideal?

Como escolher a motobomba ideal

Na hora de escolher a motobomba ideal, você deve se atentar aos pontos principais, normalmente indicados na ficha técnica do produto. São eles:

Metros de coluna d`água: unidade de medida de pressão usada para dimensionar uma motobomba;

Altura de Recalque: altura da tubulação ao reservatório;

Altura Manométrica: soma da altura de recalque, altura de sucção, tipo de tubulação e comprimento;

Sucção: altura da tubulação que puxa a água;

Vazão: quantidade de litros do fluido que precisa ser transportado em relação ao tempo.

Tendo isso em mente, você já pode definir o que faz mais sentido com o seu objetivo. Você entendeu como funciona uma motobomba e está pronto para escolher o tipo ideal para o que você precisa!

Que tal dar uma olhada na nossa loja? Lá, além de diversos tipos de motobomba, você ainda encontra aquela ferramenta que anda precisando!

Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual